Arquivo da tag: app de carona na europa

Como foi viajar de carona na Alemanha

Viajamos de ônibus de Berna (Suíça) até Stuttgart (Alemanha), nosso objetivo era locar um carro lá e fazer a chamada Rota Romântica (Frankfurt a Munique), mas no fim desistimos do aluguel do carro e pegar carona foi a opção mais interessante. Pesquisamos e descobrimos que o uso de aplicativos de caronas por lá, além de ser muito seguro, é muito usado. Quando acessamos tinham diversas pessoas oferecendo está rota.

Escolhemos no App uma Mercedes, não tínhamos visto o ano do carro e era de 1992, e nós pensávamos que íamos andar de carrão. (hehehe). Começamos ficar preocupados ai… quando chamamos o cara no Whats, nos preocupamos de verdade, imaginem uma foto estranha, de dar muito medo!

Pensamos em cancelar, mas como era em cima da hora ele já estava vindo no buscar e não íamos conseguir outra carona no dia, achamos melhor continuar com essa. Suávamos frio de medo, eu já imaginei a manchete: “brasileiros são assassinados ao usar aplicativo de caronas na Alemanha”. Tudo exagero nosso, brasileiro sempre é receoso e julgamos ele muito mau. Quando ele chegou pensa numa pessoa super gente fina e o carro era ótimo. Nós andamos mais de 270 km com ele e conversamos (tentamos pelo menos, ele falava inglês) quase o tempo todo, ele nos deu diversas dicas da cidade, nos ensinou usar o metrô e algumas palavras em alemão.

A única coisa que me incomodou um pouco é que ele chegou a 170 km/h, mas quero que vocês imaginem numas estradas maravilhosas. Sem curvas, asfalto top e sem nenhum pedágio. A única “mini serra” que tinha eles já estavam fazendo um túnel nos morros. E além disso o carro tinha uma ótima estabilidade, nem sentíamos muito quando ele acelerava demais.

Pensa numa experiência boa, além de não ter nos custado muito (os outros meios eram mais caros), apenas 10 euros cada um. Então, eu indico, quando tiver a oportunidade pede uma carona. Claro que algumas experiências de outras pessoas aqui no Brasil não foram muito legais, mas se tu for pra Europa tenta que lá foi muito bom.

Sem título